sábado, março 24, 2007

lado escuro da lua

TEMOS IMAGENS:




Fotos tiradas por mim com uma câmera digital





TEMOS CRÔNICA:

Eu nunca dividi assim com os leitores aqui do blog, meu amor pelo Pink Floyd. É Legião Urbana no Brasil e Pink Floyd na Inglaterra, com a grata alegria de todos eles estarem vivos. Claro, tem Syd Barrett, mas assim o Pink Floyd só se tornou o que conhecemos, inspirado no drama do 1° vocalista, já que os discos “Wish you were here” e “Dark Side of the moon”, são verdadeiros tributos ao artista que já foi dessa prá melhor. Mas, sem perder o foco, David Gilmour, Nick Mason e Richard Wright, estão aí vivos, e Roger Waters segue na carreira solo como um Zico longe do Flamengo, mas inseparaveis no coração dos fãs. No Live 8 eles estavam lá, todos juntos. Mas, a reconciliação “profissional” vai ser dificil. Ontem fui com meu irmão Renato à Apoteose, depois do batente. Chegamos mais ou menos 20:15 e o show ia começar às 21:30hs. A exemplo de eu e meu irmão, quando fomos ao show do Pearl Jam na mesma Apoteose, tinha neguinho que tava lá desde a abertura dos portões no horário da tarde, que oficialmente foi dito que seria às 17:00 hs. Mas, valeu a pena, ê,ê, pq além de Lados Bs foram executados os já manjados, mas nunca menos respeitaveis clássicos “Wish were here”, “Time” “Mother” e “Another Brick in the wall II”. Eu tirei umas fotos com a câmera que filei da chefia, que me emprestou para tirar umas fotos de uns procs no Rio. Aí, eu que não sou bobo nem nada, e tb muito cuidadoso com as coisas dos outros, entendam, tirei minhas fotos. Mas, só que não levei reserva de pilha (burrice minha!!), então tirei um número muito inferior de fotos que gostaria de ter tirado. Não tirei foto, mas vi as crianças da unicef encima do palco fazendo passinhos e cantando junto com Waters “All we now you just(á!!), Another brick in the wall”, sentir o calor das chamas das explosões ao lado dos palcos, vi adolescentes, coroas e pessoas da minha idade cantando os coros da músicas todos unidos, via pláteia nas arquibancadas ficando de pé prá aplaudir, vi os canhões de laser formando um prima sendo uma reprodução fiel da capa do “Dark side...”, eu vi um porco gigante inflável maravilhoso voando sobre nós, com os seguintes dizeres no lombo “Bush não estamos à venda”. Por que uma coisa que sempre admirei no Pink Floyd, especialmente por parte de Roger Waters cujo o pai Eric Fletcher Waters, soldado dos Royal Fusiliers do Regimento de Londres, perdeu a vida na 2ª Guerra Mundial na campanha de Anzio, sempre se teve a preocupação de abordar temas que falassem sobre política. Preciso falar que The Wall é referencia ao Muro The Berlim, acho que não. E a introdução de vozes no meio das músicas, me desculpem os puristas, tem haver um pouco com o rap. Enfim, chorei quando foi executada “Comfortably Numb”. Enfim, faltou música? Faltou, por mim ele tinha a obrigação executar “The Wall” da primeira à última música. O show do Pink Floyd é melhor que o do Waters solo? Creio que seja, mas e daíííí!, a simpatia está por conta do Roger, algo que a timidez do técnico Gilmour não permite. Concluo dizendo:


“e se a nuvem explodir, trovejar em seu ouvido
você grita e ninguém parece escutar
e se a banda que você está começa a tocar diferentes melodias
eu verei você no lado escuro da lua ”. Brain damage
AGIENDA, PRÓS MANOS E PRÁS MINÁ:
Neste SÁBADO dia 31 de março:
KEROUAC (16h)
LOCOMOTIVA (17:30h)
OS RETROVISORES (19h)
ENTRADA FRANCA
Sebo Baratos da Ribeiro
Rua Barata Ribeiro, 354, Copacabana Tels. (021) 2549 3850 ou 2256 8634
www.vespeiro.vipflog.com.br

7 Comments:

Anonymous Gusnob said...

Q, eu gostaria de ter ido a esse show, mas me faltou TIME e MONEY. Fiquei imaginando através das suas palavras como deve ter sido emocionante esse espetáculo. Espero que alguma rede de televisão tenha gravado a apresentação do Roger. Só para matar a saudade vou colocar o Dark Side Of The Moon no player e viajar ao som do PF. Abraço, mano velho!!!

SUPRAVIDA para sempre...

2:12 AM  
Blogger luma said...

Eu ouvi "PinkFloyd" muito miúda. Meu irmão tinha uma banda "Quasar" que se inspirava neles. Meu irmão diz que desde que ouvi o ´´The Wall``, teve a sensação que o Pink Floyd estava acabando como grupo.
Antes da separação,
já havia um disco, o "The Pros and Cons Of Hitch Hiking", que seria o
primeiro da carreira solo de Roger Waters. Um disco muito bom, mas
apenas para quem admira o trabalho e ´´viaja`` nos sonhos do autor. A
guitarra perfeita de Eric Clapton ajudou a fazer as malas e partir.
Gosto deles juntos e se assim não pode ser, prefiro os discos. Mantenho assim a integridade daquilo que sentia.
Boa semana! Beijus

4:41 PM  
Blogger luma said...

Este comentário foi removido pelo autor.

4:41 PM  
Anonymous QUEIROZ said...

Seu irmão é bem raiz mesmo. O que eu digo é o seguinte: Eu comecei a gostar de Pink Floyd quando ouvi Roger Waters,The Wall-live in Berlin. Ali começou meu interesse por Floyd quando pegava o vinilzão e escutava a fio durante a minha adolescencia. O 1° disco do Pink Floyd que comprei foi com o meu 1° salário foi The Dark side of the moon.

Minha coleção é:
CDS:
1-The piper at the gates of dawn;
2-Meddle;
3-Dark side of the moon;
4-Wish you were here;
5-The Wall Live, 1980-81;
6-The Final cut;

Vinis:
1-Roger Waters,The Wall-live in Berlin
2- O da vaca(tá emprestado)

DvDs:
1-Roger Waters,The Wall-live in Berlin
2-Pink Floyd, The Wall do Alan Parker

Shows:
O primeiro sexta do Roger e o próximo um dia quem sabe se Deus quizer e a Riotour tb. O da próxima turnê de Waters e do Pink Floyd quem sabe um dia.

Beijos Luma

8:57 PM  
Blogger Ana said...

Nossaaaaaaaaa! Que tudooooooooo!
Amei a crônica, fiquei até arrepiada, Queiroz!
Sou apaixonada por Pink Floyd, desde criancinha escuto com meu pai, que tinha vários LP's (devidamente furtados por um ladrãozinho que tinha muito bom gosto musical)... Atualmente, temos alguns CD's, e é viajante ouvi-los! Atemporal!
Que bom que vc foi, tirou suas fotinhas, e ainda contou pra nós!
Beijão

4:24 PM  
Anonymous QUEIROZ said...

Pô Aninha, vc falou de escutar Floyd desde de criança, tinha criancinha no ombro do pai durante o show.

9:47 PM  
Blogger k.ee.sa said...

a-do-rei teu post. bate uma inveja, né :)

5:55 AM  

Postar um comentário

<< Home