domingo, setembro 07, 2008

Procuramos Independência


Independência e morte
by.Queiroz

Feliz será o dia em que nosso país não seguir mais a velha risca: De injustiças mil e mortes no quadro de estatísticas. Feliz será o dia em que tivermos a mesma sensação que tínhamos quando era CBD as letras do uniforme da Seleção. Feliz será o dia em que não nós sentirmos tão impotentes e achar que a corrupção política de hoje é antiga, pois isso é bem conveniente. Você vai falar que problemas existem em qualquer lugar, mas não pensamos como a gente de lá. Olhe para gente, pessoas irreverentes, que encantam milhões em partidas de futebol e festivais. Será que não é possível usar toda essa energia por algo mais? No dia 7 de setembro eu desejo Paz.


Mas, isso aqui é Brasil mesmo não é? Então, já que tudo de bom acaba em samba e tudo de ruim em pizza. Fica aqui mais uma do Led Zeppelin numa versão baiana:



Uma sátira de verdade
by.Queiroz



Voltando a falar de cinema, tema que idolatro, assisti ontem Trovão Tropical estrelado e dirigido por nosso caro Ben Stiller. Desde Top Gang 2 que não assisto uma sátira válida de filmes de guerra. Esse vai de Platton a Apocalipse Now, e pessoas que sabem o mínimo do mínimo sobre cinema reconhecem. Uma coisa que já tinha visto em Planeta Terror do Robert Rodriguez, que tem nesse são os fake trailers. O mais engraçado é um que aparece o Kirk Lazarus (Robert Downey Jr., O Homem de Ferro!!!) junto com Tobey Maguire (o Homem-Aranha!!!), fazendo uma espécie de Brockback de Frades sabe.rsrs. Hilário. O filme começa como um filme de guerra como qualquer outro, mas depois abre o plano e vemos Damien Cockburn (Steve Coogan) exigindo mais “verdade” de Tugg Speedman (Ben Stiller) e esse acaba desistindo da cena, pois ele mesmo não estava acreditando naquilo. E seguem os 3 artistas pretensiosos: Jeff "Fats" Portnoy (Jack Black), Tugg Speedman (Ben Stiller) e Kirk Lazarus (Robert Downey Jr.) na boa suas carreiras até que John "Quatro Folhas" Tayback (Nick Nolte) que escreveu “a estória que inspirou o filme” dá uma sugestão ao diretor Damien Cockburn (Steve Coogan) de deixar os grandes astros no meio da Floresta de Miamar para que os atores deixem de ser uns mimadinhos e interpretarem com veracidade. Mas, por ventura eles acabam entrando em contato com a Gang dos Dragões Flamejantes, traficantes de heroína, liderados pelo molequinho Tran (Brandon Soo Hoo), um fã ferrenho da interpretação de Tugg Speedman (Ben Stiller) em “Simplesmente Jack”. O filme passeia entre o clima galhofa e o brilhantismo de sacanear as grandes estrelas de Hollywood e também a Academia. Eu pergunto para você que não viu o filme: O que Forrest Gump e Rain Man tem em comum? A função de filmes de comédia é fazer rir, independente do brilhantismo do roteiro. Tropical Thunder cumpre bem sua função, e um feito inédito que é fazer o Tom Cruise interpretar um personagem galhofa, o Les Grossman um sujeito careca, no melhor estilo Bozo, e mais peludo que Tony Ramos. Bem, quando você vira uma caricatura, é preciso interpretar uma caricatura que seja pior que você para ser respeitado. Mas, acho que não foi bem isso que aconteceu. A única coisa que acho que pegou, foi aquele final com cara de a sátira-da-sátira-da-sátira. E concluo dizendo “Quem vai ficar com Mary?”, ainda é o melhor filme do Ben Stiller.



Jedicon Rio
by.Queiroz

Bem, ontem fui na minha primeira Jedicon. Action Figures maneiros, a galera conhecida do Orkut, inclusive a Raphaela, fã número 1 do Jovem Nerd - http://jovemnerd.ig.com.br/ , e eu chegando atrasado como sempre. E abaixo um vídeo dos Stormtroppers do Sucesso, banda maneiríssima que toca os temas clássicos dos filmes e séries de tv:

Beijing não acabou
Para quem quiser acompanhar a tragetória dos nossos Atletas Paraolimpícos.:
"E a imagem que abre o post?" Entendam como quiser.

4 Comments:

Blogger Luma said...

Olha só o google lembrou de nossa 'independencia'! Sabe que eu acho que as escolas se esqueceram? Acabaram-se as festividades, desfiles, tudo né? A moçada quer mais uma pizzaria mesmo! Bom fim de semana! Beijus

1:10 AM  
Anonymous QUEIROZ said...

Pois é Luma, por ter sido no Domingo, ninguém se sentiu na obrigação de desfilar pelos seus colégios. São outros tempos mesmo.

Beijos Luma

12:43 PM  
Blogger Ju*estrela* said...

Comentando sobre a primeira parte: pra mim, o que me decifra isso é a FALTA DE COMPLACÊNCIA! Como vc disse, estamos em outro tempo.

Eu não gosto de filme de comédia! Não sei rir. rs*

BeiJus*

PS.: estou esperando o post sobre "Ensaio sobre a cegueira".

3:27 PM  
Anonymous QUEIROZ said...

Ah, pode crer, eu não cosegui assistir ontem, mas dessa semana não passa, e assim logo após assistir ao filme escrevo alguma coisa aqui no blog.

Beijos Ju

9:28 PM  

Postar um comentário

<< Home