domingo, maio 06, 2007

Como todo filme deveria ser

by.Queiroz

O lema do Homem-Aranha é “Com grandes poderes, vem grandes responsabilidades”, mas creio que após ver a 3.ª parte da Trilogia no cinema, acho que o lema certo deveria ser: “Aprender com os erros e superar as dificuldades”. É o que Peter Parker faz desde o 1° filme em sua perpétua luta pelo amor de Mary Jane. Aliais palmas para Kristen Dunst que deu a ela a personalidade que talvés lhe faltasse nas HQs. Ser o Homem-Aranha sempre atrapalhou a vida de Peter Parker. Pode-se dizer que ser o Aranha é seu verdadeiro emprego, e não o de freelancer do Clarin Diário do chefe linha dura J.J Jameson. No cinema Sam Raimi teve interesse assim pelas maiores tragédias das HQs do Aranha e criou com seus 3 filmes uma história com começo, meio e fim que não se viu até hj em nenhuma das adaptações para quadrinhos. O triangulo amoroso entre Peter, Mary Jane e Harry, creio que foi uma das maiores contribuições para o bom cinema. O Duende Verde, Doutor Octopus, o Homem Areia e o seu lado B, Eddie Brock, são apenas a deixa para os ótimos efeitos especiais serem usados quando o Homem-Aranha entra em ação. Não há nesses filmes a inteligencia de por exemplo um X-men, em que cada herói e vilão luta por um propósito. Mas, por outro lado cada personagem tem personalidade forte, e eles interferem diretamente na vida do protagonista e não o contrário como se é de costume. Se esses filmes são direcionados para juventude, o Peter se torna o exemplo do que não se deve fazer. Mas, calma ele aprende com os erros e supera as dificuldades, e assim estimula os jovens a seguirem o caminho certo, como todo filme deveria ser. O Homem-Aranha é isso: A vontade de fazer o certo. Com certeza não precisamos de uma máscara cobrindo o rosto todo para fazer o certo. Um dia o Peter vai aprender isso também.





As minhas impressões sobre o HA3, são as seguintes:

1-Elenco: Tobey Maguire e Kristen Dunst, merecem boa parte do crédito por essa trilogia ser composta de filmaços. Kristen por compor sua Mary Jane nada afetada e com uma personalidade forte e Tobey por saber alternar bem os momentos de drama, comédia e ação em todos os filmes. Dos vilões o melhor sem dúvida o Duende Verde/Norman Osbourne. Muito embora a fantasia do Duende estivesse aquem da assustadora criatura dos quadrinhos, Willian Dafoe segurou bem a peteca e quem sabe não ressucitem ele numa sequencia como foi feito na Saga do Clone. As mocinhas coajuvantes não ganharam assim o mesmo destaque da Mary Jane injustamente. Betty Brant, a reporter e uma das primeiras namoradas do Peter, merecia destaque, ficou como uma ponta. Gwen Stacy, a verdadeira alma gêmea de Peter Parker, muito embora tenha como interprete uma atriz que é sua imagem e semelhança não foi bem aproveitada tb. JJ.Jameson, perfeito!! E gostei da opção do Brock ser um Peter lado B e não um marombeiro como é nos quadrinhos. Ponto para Sam Raimi. Harry, bem no 1°, bem no 2°, mas infelizmente não se entregou totalmente a vilania no 3°. Uma pena.

2-Cenas de ação: O 1° seria assim entre claras aspás o "pior" no quesito. Quer dizer a sequencia em que ele se recusa a pegar o assaltante, o Tio Ben morre em suas mãos e definitivamente o encontro com o assaltante, é sem dúvida algo que só chegaram perto da perfeição tal para uma adaptação, Sin City e 300. No 2° a cena do banco em que o Doutor Octopus joga um saco de dinheiro no Aranha e ele devolve dizendo: "Olha o troco!!" e a do trem são destaque, perdendo por poucos pontos para a luta com Venon no 3°.

3-Roteiro: O Duende Verde, Doutor Octopus, o Homem Areia e o seu lado B, Eddie Brock, são apenas a deixa para os ótimos efeitos especiais serem usados quando o Homem-Aranha entra em ação. Não há nesses filmes a inteligencia de por exemplo um X-men, em que cada herói e vilão luta por um propósito. Mas, por outro lado cada personagem tem personalidade forte, e eles interferem diretamente na vida do protagonista e não o contrário como se é de costume.

4-Humor: Tá aí, uma coisa que perdeu pro drama nos filmes anteriores, e nesse 3° foi liberado, algo eu sentia muita falta. Pois, nos quadrinhos o Aranha nunca dispensou o humor, aliais era até o seu ponto forte para combater a vilania. Gostei da piadinha com os Emos, desculpe se um estiver lendo isso. Foi muito boa. Todo mundo no cinema adorou. Dizer que teve muito humor é coisa de quem não leu o Homem-Aranha com atenção.

5-Enredo: Eu não sei como esse povo se reune para elaborar esse filmes. Por que tudo é feito com a maior pressa sem pensar em certos detalhes. Sobram ideias boas nas Hqs que não são utilizadas na telona. A morte do Capitão Stacy poderia ter sido utilizada nesse 3°. Claro muito velório prá ir, concordo, mas creio que se povo quer mesmo um 4.° filme deveria pensar a respeito disso. Me doi o coração não ver a Gwen ser bem aproveitada.




SOU CAMPEÃO!!

Foto da minha amada camisa

Dica de Blog:http://www.flamengonet.blogspot.com/

2 Comments:

Blogger luma said...

Falou Flamenguista!! Aqui em casa tem Flamengo, Botafogo e até Palmeiras. Eu sou neutra. Pra mim tudo é motivo de festa!
Eu estou morta de vontade de ir assistir ao homem aranha, mas vou esperar passar o fuzuê!
Boa semana! Beijus

9:33 PM  
Blogger Ana said...

Excelente e completíssima resenha sobre o Spider, Queiroz!
Assistirei, assim q passar o fuzuê, como bem disse a Luma...
Só estragou o post com a foto da camisa do final...
MAS...
Meu time tb é campeão!!!!!! GAAAAAAAAAAAALOOOOOOOOOO! :-D
(Sem comentários o jogo roubado de 4ª feira última...) :(
Bjos,
Ana.

9:08 PM  

Postar um comentário

<< Home